Mudança de hábito! Plataformas de streaming já são alternativas do brasileiro à TV

A cada cancelamento nos pacotes das operadoras, surgiram três novos contratos nos serviços de vídeo online. A tendência passou de opção econômica para mudança no perfil de consumo no País Antes consideradas como alternativas pontuais frente aos custos e modelos de conteúdos das operadoras de TV tradicionais, as plataformas de streaming tornam-se cada vez mais presentes nos lares brasileiros – sobretudo na classe C.

A migração é impulsionada principalmente pela diferença de preços e liberdade para montar a programação.

“A percepção é de que esse movimento tem acontecido de forma intensa no Brasil nos últimos anos. Dessa forma, vemos o declínio dessa indústria no território nacional. No ano passado, o mercado de TV paga teve um aumento de 3,9% no número de cancelamentos em relação ao ano anterior”, afirmou o vice-presidente regional da empresa de pesquisa de mercado Amdocs, Renato Osato.

De acordo com um balanço realizado pela empresa sobre a ascensão recente dos serviços de streaming, no Brasil, a cada cancelamento de assinaturas de TV paga foram realizadas três novas contas nessas plataformas. Segundo a pesquisa, cerca de 8% dos lares brasileiros já utilizam esse tipo de serviço.“Muitos consumidores pertencentes à classe C migraram para as plataformas de streaming no momento de crise econômica. Mas vemos que esse movimento agora está mais ligado à uma mudança no perfil de consumo do que propriamente ligada a fatores de preço”, afirmou Osato.

Para ele, alguns fatores que podem explicar tal aderência às plataformas estão ligados à variedade de conteúdos e “desejo por parte do assinante” por conteúdo exclusivo.“No caso dos consumidores brasileiros, existe uma tendência por parte dos usuários para ter acesso às cenas extras de séries, por exemplo, e conteúdos adicionais no geral”, declarou o executivo. Segundo ele, neste caso, os assinantes estão dispostos a arcar com custos extras de mensalidade para assistir o conteúdo exclusivo.

Nesse sentido, de acordo com a pesquisa, cerca de 77% dos brasileiros que utilizam tanto serviços da TV paga como de streaming estariam dispostos a pagar para ter acesso antecipado a determinados tipos de conteúdo. “Quanto mais novo o usuário, maior a tendência para a utilização de várias plataformas. Existe um componente emotivo entre os usuários em determinados filmes ou séries”, afirmou.

Com informações do DCI

© 2019 WATCH. Todos os direitos reservados